Doze corpos recuperados após naufrágio no Mar do Sul da China causado por tufão

Até ao momento, 12 corpos de 27 pessoas desaparecidas já foram recuperados.

Doze corpos foram recuperados depois de um navio-grua se ter afundado e partido devido a um tufão que atingiu o Mar do Sul da China durante o fim de semana, indicaram esta segunda-feira as autoridades chinesas.

O navio encontrava-se a 160 milhas náuticas a sudoeste de Hong Kong (Sul da China) quando foi apanhado na tempestade do Chaba, no sábado passado.

De acordo com uma contagem inicial feita no fim de semana, a tragédia deixou 27 pessoas desaparecidas, sendo que já foram recuperados 12 corpos.

"Segundo a última contagem de 04 de julho às 15h30 (08h30 em Lisboa), as equipas de salvamento encontraram e recuperaram 12 corpos de presumíveis vítimas", segundo o Centro Marítimo de Busca e Salvamento de Guangdong, uma província chinesa perto de Hong Kong.

"As autoridades competentes estão atualmente a intensificar o seu trabalho para identificar" os corpos, adiantou.

No sábado, três dos 30 membros da tripulação a bordo do navio foram resgatados e levados para o hospital. Esta segunda-feira, a televisão estatal chinesa CCTV deu contra de um quarto tripulante resgatado, adiantando que o seu estado de saúde era estável.

O tufão Chaba formou-se no centro do Mar do Sul da China e deslocou-se até Guangdong no sábado à tarde.

O local onde se encontrava o navio registou ventos de 144 quilómetros por hora e ondas de até 10 metros de altura, afirmaram as autoridades.

Um total de sete aviões, 246 navios e quase 500 barcos de pesca continuam nas operações de salvamento para encontrar as restantes pessoas desaparecidas, assegurou hoje o Centro Marítimo.

As previsões das autoridades chinesas apontam para que o Chaba se desloque a uma velocidade entre 15 e 20 quilómetros por hora, na direção norte, até se dissipar na região vizinha de Guangxi, na segunda-feira.

Em Macau, região autónoma chinesa, adjacente à província de Guangdong, o Chaba obrigou à emissão do sinal de alerta 8, durante 23 horas, entre a noite de sexta-feira e a noite de sábado, sem impacto significativo.

A escala de alerta de tempestades tropicais é formada pelos sinais 1, 3, 8, 9 e 10, cuja emissão depende da proximidade da tempestade e da intensidade do vento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de