Grécia quer vacinação obrigatória para pessoas com mais de 60 anos

Quem recusar a vacina, terá de pagar uma multa mensal de 100 euros. Na Grécia, há meio milhão de idosos não vacinados.

O primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, anunciou esta terça-feira que a vacinação passará a ser obrigatória para pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. Esta é uma medida dura do Governo para combater os céticos em relação à vacina contra a Covid-19.

"Os cidadãos com idade superior a 60 anos devem marcar a primeira dose a partir de 16 de janeiro. A vacinação passa a ser obrigatória", lê-se num comunicado do líder do Governo de Atenas, citado pela AFP.

A medida vai ser submetida a aprovação no parlamento, explicou Mitsotakis, mas a sua aprovação é praticamente garantida.

Mais de 500 mil cidadãos gregos com idade acima dos 60 anos continuam a recusar vacinar-se. Quem não o fizer, terá de pagar uma multa mensal de 100 euros. "Isto é uma proteção, não uma punição".

Mais de 18 mil pessoas morreram na Grécia desde o início da pandemia e a taxa de mortalidade aumentou significativamente em novembro. Mais de 650 pessoas estão internadas em unidades de cuidados intensivos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de