Igreja Católica beatifica Carlo Acutis, padroeiro da informática

Carlo Acutis nasceu em Londres, em 1991, e morreu 15 anos depois no hospital San Gerardo de Monza, em Itália

Este sábado, em Assis, Itália, decorreram as cerimónias de beatificação do patrono da informática. Pela primeira vez, um génio da informática é beatificado. Morreu com 15 anos, vítima de uma leucemia fulminante.

Carlo Acutis nasceu em Londres, em 1991, e morreu 15 anos depois no hospital San Gerardo de Monza, em Itália. Considerado um génio da informática, o seu biógrafo afirma que o jovem utilizava os novos meios digitais para evangelizar os amigos, tocando, de um modo especial, a eucaristia.

Apesar dos verdes anos, ainda passou por Lisboa e Fátima. Foi beatificado este sábado na Basílica de São Francisco de Assis, onde se encontra o seu corpo há 14 anos, aberto à veneração dos fiéis.

A mãe de Acutis assistiu à beatificação do filho adolescente que a levou à prática religiosa. Ainda sem patrono, a informática poderá também encontrar neste jovem emigrante o seu padroeiro em plena pandemia de Covid-19.

O papa Francisco já apresentou o jovem como um modelo da santidade na exortação apostólica em Roma.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de