Incêndio deflagra na sede do maior produtor mundial de vacinas

Os canais de televisão indianos mostram imagens de uma enorme nuvem de fumo sobre as instalações do Serum Institute, em Pune, na Índia.

Há um incêndio na sede do maior produtor mundial de vacinas, o Sérum Institute, na Índia, avança a AFP. Segundo os media indianos, o fogo começou num local que está em obras, dentro do edifício.

Este instituto é atualmente responsável por milhões de doses da vacina "Covishield", desenvolvida pela Astrazeneca e a Universidade de Oxford. Os meios de comunicação locais dizem que a produção de vacinas contra a Covid-19 não foi afetada.

"O incêndio não afetará a produção da vacina Covid-19", disse uma fonte do Instituto à AFP, acrescentando que o incêndio ocorreu num local que está ainda em construção.

Um oficial do corpo de bombeiros local disse à AFP que há seis ou sete carros de bombeiros no local. "Não temos outras informações sobre a extensão do incêndio ou se alguém está preso", disse o oficial.

A Índia aprovou duas vacinas - Covishield, produzida pelo Serum Institute e a Covaxin, desenvolvida pela empresa local Bharat Biotech. A Índia deu início a um dos maiores planos de vacinação do mundo no sábado, com o objetivo de vacinar 300 milhões de pessoas até julho.

Há outros países que contam com o Serum Institute para o fornecimento da vacina. A Índia exportou o primeiro lote na quarta-feira para o Butão e Maldivas. Entretanto já seguiram dois milhões de doses para o Bangladesh e um milhão para o Nepal. O país deve também fornecer 20 milhões de doses para alguns países do sul da Ásia, da América Latina, África e Ásia Central.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de