Incêndios florestais na Rússia já atingiram mais de um milhão de hectares

Fumo dos incêndios cobriu 51 cidades de Yakutia, tendo as autoridades suspenderam as operações do aeroporto local e restringiram a navegação no rio Lena.

Os incêndios florestais na Rússia já atingiram mais de um milhão de hectares e há mais de 300 focos ativos, a maioria em Yakutia, no Extremo Oriente, segundo as autoridades.

Este domingo, o fumo devido aos incêndios cobriu 51 cidades de Yakutia, tendo as autoridades suspenderam as operações do aeroporto local e restringiram a navegação no rio Lena.

De acordo com a delegação regional do Ministério de Situações de Emergência da Rússia, há 187 incêndios florestais ativos na região russa.

Nas últimas 24 horas, o número de focos aumentou em 10 e a área afetada em mais de 100 mil hectares. Na Rússia, um total de 307 incêndios florestais foram detetados cobrindo uma área de 1 008 573 hectares, de acordo com o serviço aéreo de proteção florestal.

Na República de Sakha-Yakutia a área consumida pelo fogo ultrapassa 858 mil hectares, no Distrito Autónomo de Chukotka 45 mil hectares, em Kamchatka 35 mil, na região siberiana de Irkutsk 27 mil e em Magadan, no Mar de Okhotsk, 3500.

Cerca de 6000 bombeiros, 1000 veículos e 41 aeronaves combatem os fogos e 75 aeronaves monitorizam os incêndios florestais.

Existem alertas de incêndio em 60 regiões da Rússia e uma declaração de emergência em oito entidades federadas: Chelyabinsk, nos Urais; de Sajá-Yakutia; Carélia (noroeste); Perm, na parte europeia; de Krasnoyarsk e Irkutsk, na Sibéria; de Chukotka; e Kamchatka.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de