Mais de 22.000 aves marinhas encontradas mortas por gripe aviária no Peru

As aves morreram de gripe aviária. O Serviço Nacional de Saúde Agropecuária emitiu um alerta, depois de confirmar três casos de gripe aviária H5N1 altamente contagiosa em pelicanos.

Mais de 22.000 aves marinhas, a maioria pelicanos, morreram de gripe aviária no Peru, adiantaram na segunda-feira as autoridades peruanas.

Um relatório anterior do Serviço Nacional de Florestas e Vida Selvagem (Serfor) indicou a morte de mais de 16.000 aves marinhas há uma semana.

O Serviço Nacional de Saúde Agropecuária (Senasa) emitiu um alerta de 180 dias há duas semanas, depois de confirmar três casos de gripe aviária H5N1 altamente contagiosa em pelicanos.

O primeiro surto de gripe aviária nas Américas foi declarado no Canadá em 2021.

Em janeiro deste ano, o vírus foi detetado nos Estados Unidos, o que afetou a produção avícola.

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) expressou preocupação com a migração sazonal de aves para a América Central e do sul.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de