Moscovo diz que 498 militares russos foram mortos durante a invasão à Ucrânia

Os combates com as forças ucranianas provocaram ainda, segundo um porta-voz do Ministério russo da Defesa, quase 1600 feridos.

Um porta-voz do ministério da Defesa da Rússia anunciou esta quarta-feira que 498 homens russos foram mortos em combate na Ucrânia, enquanto 1597 ficaram feridos.

"Infelizmente [...] tivemos perdas. 498 militares russos morreram [...] 1.597 de nossos camaradas ficaram feridos" durante as operações militares russas que começaram em 24 de fevereiro em território ucraniana, segundo indicou o porta-voz do Exército russo, Igor Konashenkov, citado pela AFP.

Do lado ucraniana, as autoridades falam em mais de 2000 civis mortos desde o início da invasão russa. Ambas as delegações vão reunir-se esta quinta-feira na Bielorrússia para uma segunda ronda negocial.

Fonte da Defesa russa confirma que em cima da mesa está a discussão de um cessar-fogo imediato.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE O CONFLITO ENTRE A RÚSSIA E A UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de