"Não tenho nada a esconder." Primeira-ministra da Finlândia reage a vídeo onde aparece a dançar numa festa

Sanna Marin reagiu à polémica após serem divulgados vídeos onde surge a dançar numa festa. De acordo com a finlandesa, os vídeos foram gravados há algumas semanas dentro de uma habitação privada.

A primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, respondeu esta quinta-feira às críticas após a publicação de um vídeo, nas redes sociais, em que aparece numa festa a dançar e a cantar. Depois da polémica, a oposição pede um teste para provar que não consumiu drogas antes do evento.

"Não tenho nada a esconder", começou por afirmar a finlandesa. "Dancei, cantei e celebrei, que são tudo coisas legais", explicou Sanna Marin, esta quinta-feira, antes de uma reunião de verão do grupo parlamentar do Partido Social-Democrata, que lidera.

A imprensa finlandesa refere que, nos vídeos publicados, se ouve uma alusão a cocaína. Por isso, o deputado do Partido do Centro (também parte da coligação do governo da Finlândia), Mikko Kärnä, escreveu, na rede social Twitter, que espera um teste de despistagem para um possível consumo de drogas e a divulgação pública dos resultados.

"Os cidadãos devem esperar isso da sua primeira-ministra", considera Mikko Kärnä.

Segundo Sanna Marin, os vídeos publicados nas redes sociais foram gravados há algumas semanas dentro de uma habitação privada. Agora, assume-se chateada pelos vídeos serem públicos porque era "uma noite de festa com amigos".

A primeira-ministra da Finlândia surge, no vídeo, acompanhada pelo deputado Ilmari Nurminen, também do Partido-Social Democrata, a apresentadora de televisão finlandesa Tinni Wikström, a cantora e escritora Alma e a irmã de Sanna, Anna.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de