Natal cancelado em Londres. Nova variante do vírus exige novo confinamento

Capital e sudeste do país vão estar sob o nível máximo de alerta por causa da propagação do novo coronavírus. Nova estirpe "é 70% mais contagiosa".

O aumento dos novos casos e a nova variante do coronavírus obrigaram o governo britânico a recuar no alívio de restrições no Natal. "Não podemos continuar com o Natal como planeado", disse.

Em conferência de imprensa, o primeiro-ministro britânico anunciou um novo agravamento do nível de alerta que equivale a um confinamento. As regiões afetadas é a zona da capital, Londres, o este e o sudeste do país e as medidas entram em vigor este domingo.

Boris Johnson anunciou a ordem para "ficar em casa, uma vez que a nova variante do vírus "é transmitida com maior facilidade". "É 70% mais contagiosa", disse.

Os residentes das zonas afetadas pelas novas restrições ficarão confinadas até "pelo menos 30 de dezembro", não se podendo reunir no Natal.

Com o nível 4, todo o comércio não-essencial estará encerrado, o teletrabalho é obrigatório e apenas as escolas e as creches estarão a funcionar. Os residentes das áreas afetadas só poderão sair de casa para fazer exercício.

As autoridades britânicas já alertaram a Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre a descoberta da nova variante, que se espalha com maior velocidade, embora não haja evidências de que seja mais letal ou que possa ter impacto na eficácia das vacinas desenvolvidas contra a Covid-19, embora este ponto esteja ainda a ser avaliado "com urgência para confirmação".

Nas últimas 24 horas, o Reino Unido registou mais 27052 novos casos de Covid-19 e mais 534 mortes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de