Pelo menos três mortos em atentado na Tailândia que fez descarrilar comboio de carga

As três vítimas mortais da explosão eram trabalhadores da empresa estatal de comboios.

Pelo menos três pessoas morreram hoje na sequência da explosão de uma bomba que atingiu vias de caminho-de-ferro no sul da Tailândia, onde nas últimas semanas os confrontos com o movimento separatista islâmico se intensificaram.

O chefe do posto de polícia de Khlong Ngae, Chatchai Chanasith, disse que à agência EFE que o último ataque fez três mortos.

A mesma fonte adiantou que os autores do ataque na província de Songkhla ainda não foram identificados.

A última explosão ocorreu perto do local onde no passado sábado a deflagração de um outro engenho armadilhado fez descarrilar um comboio de carga -- com 20 vagões - proveniente da Malásia e provocando vários feridos.

As três vítimas mortais da explosão eram trabalhadores da empresa estatal de comboios que participavam em tarefas de limpeza do ataque de sábado.

O ataque de sábado e o atentado desta terça-feira não foram reivindicado.

Nas últimas semanas aumentou o número de ataques, não reivindicados, incluindo a explosão de um carro armadilhado que fez um morto e 32 feridos junto a um complexo de vivendas habitadas por membros da polícia na província de Narathiwat, no sul do arquipélago.

Nas últimas décadas, a região tem sido palco do conflito separatista sendo que os grupos que reclamam a independência de três províncias são muçulmanos.

Os grupos muçulmanos denunciam discriminação por parte da maioria budista no país e exigem a autodeterminação das três províncias do sul da Tailândia, antigo sultanato de Patani anexado no início do século XX.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de