Primeiro-ministro espanhol fica em isolamento após ter estado com Macron

Tal como António Costa, Pedro Sanchéz esteve esta semana com o Presidente francês, que testou positivo à Covid-19.

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sanchéz, vai ficar em quarentena durante uma semana, depois de ter estado, na segunda-feira, em contacto com o Presidente de França, Emmanuel Macron, que testou positivo à Covid-19.

O chefe do Governo espanhol vai ficar em isolamento até dia 24 de dezembro, tendo sido suspensos os seus compromissos governativos imediatos, de acordo com o jornal El País.

Sanchéz vai agora também realizar o teste ao coronavírus "para saber a sua situação e decidir, em função dos resultados, a sua agenda para os próximos dias", adianta o gabinete do primeiro-ministro espanhol, em comunicado.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, testou positivo à Covid-19, esta manhã, e vai ficar em isolamento durante a próxima semana.

Além de Sanchéz, Macron esteve também em contacto com o primeiro-ministro português, António Costa, num almoço no Palácio do Eliseu, em Paris, esta quarta-feira.

A TSF contactou o gabinete do primeiro-ministro, que confirmou que estava já agendada para esta quinta-feira a realização, por António Costa, de um teste à Covid-19, uma vez que este deveria deslocar-se, na sexta-feira, a São Tomé e Príncipe.

O primeiro-ministro português tem agendadas, entre sexta e domingo, visitas oficiais a São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau, com o objetivo de reforçar a cooperação com estes dois países africanos de língua portuguesa.

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de