Referendo na Bielorrússia aprova renúncia ao estatuto não nuclear

De acordo com a comissão central de eleições da Bielorrússia, 65,2% dos eleitores votaram favoravelmente.

Um referendo realizado este domingo na Bielorrússia aprovou a renúncia ao estatuto de país não nuclear, de acordo com a agência russa de notícias, citada pela Reuters.

A agência russa, por sua vez, cita a comissão central de eleições da Bielorrússia que confirma que 65,2% dos eleitores que foram às urnas votaram favoravelmente.

Durante o dia, numa assembleia de voto, o Presidente bielorrusso, Alexander Lukashenko disse que poderia pedir à Rússia para devolverem armas nucleares à Bielorrússia.

"Se vocês {ocidente] transferir armas nucleares para a Polónia ou para a Lituânia, para as nossas fronteiras, então vamos pedir a Putin que nos devolva armas nucleares que eu dei sem quaisquer condições", atirou.

De acordo com a Reuters, o referendo provocou protestos contra a guerra em várias cidades bielorrussas. Pelo menos 290 pessoas foram detidas, de acordo com ativistas.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE O CONFLITO RÚSSIA-UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de