Sobrevivente da queda do avião da Chapecoense escapa a nova tragédia

É o segundo acidente trágico do qual o tripulante aéreo escapa, em cinco anos.

Um dos sobreviventes da queda do voo da Chapecoense - que, em 2016, vitimou 71 pessoas - voltou a sobreviver a uma tragédia.

Erwin Tumiri escapou, esta terça-feira, a um acidente rodoviário com um autocarro que capotou e caiu num precipício com mais de 150 metros de profundidade, na Bolívia. Morreram 21 pessoas.

De acordo com a Globo, o boliviano terá sofrido apenas algumas lesões no joelho e arranhões nas costas, mas sem gravidade. É o segundo acidente trágico do qual o tripulante aéreo escapa, em cinco anos.

Em 2016, Erwin Tumiri fazia parte da tripulação do avião que transportava a equipa da Chapecoense para a final da Taça Sul-Americana, quando sofreu um desastre aéreo. Ao todo, 71 pessoas morreram na queda do avião. Erwin Tumiri foi um dos seis sobreviventes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de