Tudo a postos para o Brexit? Sim, mas vêm aí "dez meses intensos de negociação"

Em declarações à TSF, Augusto Santos Silva lembra que terá de ser negociado um novo acordo para a saída do Reino Unido.

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera que estão reunidas todas as condições para a concretização do Brexit no dia 31 de janeiro, agora que os britânicos tomaram "uma decisão claríssima" ao reeleger Boris Johnson primeiro-ministro.

Em direto na TSF, Augusto Santos Silva destaca a possibilidade de o Reino Unido abandonar a União Europeia de forma "ordenada e negociada".

O ministro garante que Portugal está pronto para o Brexit no início do próximo ano, mas lembra que haverá um período de transição "em que praticamente tudo estará na mesma" até ao fim de 2020.

"Esse período de transição tem a utilidade de dar tempo e espaço para que se negoceie um novo acordo com o Reino Unido", permitindo ainda que os portugueses residentes no Reino Unidos, os britânicos residentes em Portugal, as empresas e os operadores turísticos se preparem para o que aí vem.

Segundo Augusto Santos Silva, a Europa está em condições de apresentar um novo acordo nos primeiros dias de fevereiro. Seguir-se-ão "dez meses intensos de negociação."

"Acho que vamos conseguir chegar a um acordo razoável, um acordo de livre comércio, um acordo com alguma linha regulamentar e também um acordo, muitíssimo importante, na área chave da segurança e defesa" para que a saída do Reino Unido não signifique uma abandonar dos compromissos do país na defesa coletiva no Atlântico Norte.

Acompanhe aqui ao minuto tudo sobre as eleições no Reino Unido

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de