Entrevista TSF

Cortar 600 milhões na Segurança Social? "É preciso fazer alguma coisa"

Em entrevista à TSF, o líder do oposição diz que "a segurança social continua deficitária" e acusa o Governo de falta de transparência.

Passos Coelho continua a defender que é necessário fazer cortes na Segurança Social. Não necessariamente os 600 milhões de euros que o PSD e CDS planeavam se tivessem conseguido formar um Governo minoritário no Parlamento, mas "alguma coisa".

PUB

"A nossa segurança social continua deficitária", lamentou o líder social-democrata em entrevista à TSF, apelando uma "reforma" em prol da sustentabilidade.

"Precisamos de fazer alguma coisa. Não se trata de apenas uma poupança de 600 milhões, isso foi um valor que na altura da troika era necessário para fechar o objetivo orçamental".

Quanto seria necessário atualmente? "Terá de se fazer essa avaliação, o Governo não dá os dados com transparência", responde Passos Coelho.