Costa confia nos partidos para evitar uma "catástrofe orçamental"

Primeiro-ministro explicou, no Porto, que um desvio de 5,7 mil milhões de euros no Orçamento seria "incomportável" para o país.

Quando faltam poucos dias para a discussão e votação na especialidade das propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2019, o primeiro-ministro António Costa apela ao sentido de responsabilidade dos partidos.

"Confio, como devemos confiar, no sentido de responsabilidade de cada partido na apreciação parlamentar", começou por garantir o primeiro-ministro, questionado numa conferência de imprensa de balanço dos primeiros três anos de Governo, no Porto, sobre um eventual desvirtuamento da proposta do Governo devido às propostas da oposição, mas também às dos partidos que suportam o Executivo.

Embora garanta confiar nas respostas dos partidos aquando das votações, António Costa sublinha que, se não houver sentido de responsabilidade, pode haver custos incomportáveis para o país.

"Muito provavelmente, cada partido fez as contas às suas próprias propostas, sem ter em conta as propostas dos outros. Se cada um votar as suas, sem votar as dos outros, cada um cumprirá aquilo que defende nas alterações ao Orçamento, sem o comprometer", explicou o primeiro-ministro.

E se tal não acontecer?

Por contraste, António Costa explicou que se tal não acontecer, há o risco do país assistir a uma "catástrofe orçamental".

"Se todos votarem as propostas de todos, o resultado é um desvio de 5,7 mil milhões de euros no Orçamento. Seria uma catástrofe orçamental, pura e simplesmente. É de esperar que cada um aja com responsabilidade, votando o que deve votar das suas propostas e evitando desvios que seriam incomportáveis para o país."

A votação na especialidade das propostas de alteração ao OE2019 está marcada para os dias 26, 27 e 28 de novembro. A votação final global decorre a 29 de novembro.

Leia mais: Costa afasta de vez PCP e BE do Governo. "Evolução dos partidos não permite esse avanço"

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de