Quatro jovens contra aeroporto do Montijo interrompem discurso de Costa. Veja o momento

"O rio Tejo, a nossa cidade e as futuras gerações nada têm para celebrar", escreveu o grupo que interrompeu o primeiro-ministro.

O discurso do secretário-geral do PS, António Costa, no 46.º aniversário do seu partido, foi esta segunda-feira interrompido pela inesperada intervenção de um grupo de jovens que protesta contra o novo aeroporto no Montijo.

De forma inesperada, quatro jovens aproximaram-se do palco dos oradores, na antiga Feira Internacional de Lisboa (FIL), e lançaram aviões de papel, mostrando também um cartaz onde se podia ler "Mais aviões só a brincar".

"Lamentamos estragar a vossa festa, mas o rio Tejo, aqui ao lado, a nossa cidade e as futuras gerações nada têm para celebrar", escreveram num comunicado os mesmos membros do grupo de jovens, que não se identificou.

Em menos de meio minuto, os jovens foram retirados do palco e António Costa prosseguiu o seu discurso.

Neste jantar do 46.º aniversário do PS, foi homenageado o antigo líder parlamentar socialista Alberto Martins pelos 50 anos da Crise Académica de 1969, contestação estudantil ao regime do Estado Novo que este ministro dos governos de António Guterres e José Sócrates chefiou enquanto presidente da Associação Académica de Coimbra.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de