XI Convenção Nacional do BE

Ricardo Robles ficou em casa. O "erro" bloquista é o grande ausente da convenção

Fonte do partido disse à TSF que Ricardo Robles deixa uma cadeira vazia na reunião magna do partido. Catarina Martins 'arrumou' o assunto logo no discurso de abertura.

É um elefante que não chegou a entrar na sala. Ricardo Robles é a ausência de peso na XI Convenção Nacional do Bloco de Esquerda.

Não está previsto que o ex-vereador da Câmara de Lisboa marque presença este fim de semana no Pavilhão do Casal Vistoso, em Lisboa, disse à TSF fonte do partido.

Ricardo Robles não foi eleito delegado, pelo que não tem de obrigatoriedade de estar presente, nem tem de justificar a falta.

Em julho, Ricardo Robles anunciou a sua renúncia como vereador do BE da Câmara de Lisboa depois da polémica tentativa de vender um prédio que comprou em 2014 por quase 13 vezes mais do que pagou.

O edifício foi comprado à Segurança Social por Ricardo Robles e pela irmã, Lígia Robles, por 347 mil euros. Foi alvo de obras e no final de 2017 esteve à venda numa imobiliária especializada em imóveis de luxo com uma avaliação de 5,7 milhões de euros e indicado para utilização em "short term rental" (arrendamento de curta duração).

Um "erro", diz Catarina Martins no seu discurso de abertura , que ficou corrigido sem nunca ter sido evitado.

"Recentemente, a decisão de um nosso vereador da venda de um prédio da família, em Lisboa, levou a sua demissão. Mas ficam a saber como é que no Bloco corrigimos os erros: o Bloco não abriu parêntesis nem mudou de assunto. Ninguém viu este Bloco calado, nem por um dia, sobre o problema da habitação nas grandes cidades."

  COMENTÁRIOS