Investigadora de Coimbra vai examinar papel das plantas e animais na criação de obras de arte

O projeto de investigação venceu uma bolsa para estudar de que forma é que os animais e as plantas são retratados em filmes, músicas ou romances sobre a Amazónia

O projeto "ECO - Animais e Plantas em produções Culturais sobre a Amazónia" quer mostrar como é o mundo visto por uma planta ou um animal. A bolsa do Conselho Europeu de Investigação, no valor de dois milhões de euros, foi atribuída a Patrícia Vieira, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. A investigadora vai analisar produções culturais, como filmes, canções ou livros.

"Na literatura há muitas vezes cenas sobre a Amazónia em que as árvores ou os animais falam, e estas produções culturais tentam mostrar-nos como seria o mundo do ponto de vista destes animais e destas plantas", explica Patrícia Vieira. A investigação vai também estudar mitos e lendas da região "que apresentam os animais e as plantas como seres que são semelhantes aos seres humanos: têm atitudes, vontades e desejos".

A investigadora destaca que o projeto vai permitir confrontar duas visões, "tanto produções culturais de povos da região, como produções culturais feitas sobre a Amazónia por pessoas que não são da Amazónia". Esta leitura vai permitir identificar "os pontos de convergência e de divergência".

Para Patrícia Vieira há uma diferença muito grande na forma como esta região é representada, porque "a visão do mundo natural de pessoas da Amazónia é uma visão na qual os animais e as plantas não são fundamentalmente diferentes dos seres humanos", partilhando o mesmo espaço e a mesma visão do mundo. Já na perspetiva Ocidental, "os animais e as plantas são objetos de representação. São seres passivos que muitas vezes servem apenas como pano de fundo para a ação humana", esclarece.

O objetivo do estudo, além da contribuição académica, é disseminar a área das "humanidades ambientais, pouco comum em Portugal", esclarece Patrícia Vieira, e fomentar também o debate público "sobre o impacto dos seres humanos no meio ambiente".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de