Morreu o músico José Mário Branco

Era um dos grandes nomes da música de intervenção portuguesa.

O músico José Mário Branco morreu, esta terça-feira, aos 77 anos. O cantor e compositor é autor de uma obra singular no panorama musical português, passando por géneros como a música de intervenção e o fado, entre outros.

Nascido no Porto, a 25 de maio de 1942, José Mário Monteiro Guedes Branco era filho de professores do ensino primário.

Estudou História nas Universidades de Coimbra e do Porto, mas acabou por abandonar o curso. Começou por ser ativo na Igreja Católica, mas acabou por juntar-se ao Partido Comunista Português, durante o Estado Novo, tendo sido perseguido pela PIDE, o que lavou ao seu exílio em França, em 1963. Só regressaria a Portugal já em 1974, onde funda o Grupo de Acção Cultural - Vozes na Luta.

Cantou sobre o que o inquietava a si e ao povo, foi uma das vozes mais reivindicativas do seu tempo. Entre as suas obras mais conhecidas estão os discos "Ser solidário", "Margem de Certa Maneira", "A noite", e o emblemático "FMI".

Trabalhou com muitos outros artistas do panorama musical português, como José Afonso, Sérgio Godinho, Luís Represas, Janita Salomé, Carlos do Carmo, Kátia Guerreiro ou Camané.

Também o Teatro e o Cinema fizeram parte do seu caminho artístico, tendo colaborado em perto de três dezenas de peças teatrais e mais de uma dezena de filmes.

Aos 64 anos, regressou à universidade, para tirar a licenciatura em Linguística, na Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, onde foi considerado o melhor aluno do curso.

Completou 50 anos de carreira no último ano, momento em que lançou uma coleção de inéditos chamada "Canções Escolhidas", depois de uma década sem atuar ao vivo. Na altura, afirmou: "A minha relação com a música foi sempre uma relação de amantes. Não é uma relação de matrimónio, carimbada. E as coisas vão acontecendo entre dois amantes. Quando se encontram é para ser bom, não é porque tem de ser."

Veja aqui um excerto do documentário "Mudar de Vida, Vida e Obra de José Mário Branco", de Nelson Guerreiro e Pedro Fidalgo, emitido pela RTP2:

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados