Uma Dança das Florestas, evocar África, o mundo

Uma Dança das Florestas, é um espetaculo da Companhia de Teatro Griot e estreia hoje no teatro S. Luiz em Lisboa, um texto do prémio Nobel da Literatura da Nigéria, com dramaturgia e encenação de Zia Soares que junta outros textos

É um espetáculo que pode parecer estranho, no inicio, com tanta fantasia, mas quando mais se avança no tempo de teatro mais se recua no tempo e tudo começa a parecer mais claro. Zia Soares encena, faz a dramaturgia e junta outros textos para esta ideia de Wole Soynka, escritor da Nigéria, que faz esta alegoria, para marcar a independência do país, um convite para esta ideia de Zia Soares que avisa que pode ser no Senegal, em toda a África ou até numa qualquer floresta ou florestas da Europa.

E depois há um morto e uma morta, que o Deus Aroni traz de novo à vida, à reunião das tribos, para que possam aceitar o seu caso. São dois espíritos inquietos que querem chegar as quem os matou, mas fica para nós a interrogação, afinal quem é este morto e esta morta que já foram marido e mulher? É uma pergunta difícil de responder.

Um espetáculo que é também uma metáfora, regressar do passado para resgatar o presente. Aqueles que voltam mas que já não conseguem resgatar aquilo que deixaram para trás, é um outro mundo que já não os recebe com aplausos.

Aqui todos são ao mesmo tempo o que são e o que foram, os mortos e os vivos, nas muitas florestas, nos deuses invocados e nesse ritual de morte, expiação e desobediência, é a dança das florestas.

ENCENAÇÃO, DRAMATURGIA E OUTROS TEXTOS Zia Soares TEXTO Wole Soyinka TRADUÇÃO Rita Correia INTERPRETAÇÃO Ana Valentim, Cláudio da Silva, Gio Lourenço, Júlio Mesquita, Matamba Joaquim, Miguel Sermão, Rita Cruz, Vera Cruz CENÁRIO, FIGURINOS E DESIGN GRÁFICO Neusa Trovoada MÚSICA Xullaji DESIGN DE LUZ Jorge Ribeiro ASSISTÊNCIA À ENCENAÇÃO DE MOVIMENTO Vânia Doutel Vaz VÍDEO (TEASERS) António Castelo PRODUÇÃO EXECUTIVA Aoaní d"Alva APOIOS Batoto Yetu, Casa da Dança, Junta de Freguesia Misericórdia, Khapaz, Polo Cultural Gaivotas Boavista e KMT - Associação Moreira Team. COPRODUÇÃO Teatro GRIOT e São Luiz Teatro Municipal /// O Teatro GRIOT é uma estrutura financiada pela República Portuguesa - Ministério da Cultura, Direção-Geral das Artes e Câmara Municipal de Lisboa.

Uma dança das Florestas, estreia hoje, sexta-feira 14 de janeiro, no Teatro S.Luiz em Lisboa, e fica de terça a sábado às 20h00, no domingo às 17h30, ainda até 23 de janeiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de