Avião da TAAG destravado sai da pista no Porto. ANA abre inquérito

De acordo com a ANA, o incidente não causou problemas nem prejudicou a operação no aeroporto.

A ANA Aeroportos revelou este sábado que abriu um inquérito junto da transportadora aérea TAAG, e da sua empresa de assistência, devido ao avião daquela companhia que "saiu de calços" e deslizou até terra no Aeroporto do Porto.

Numa declaração escrita enviada à Lusa, a ANA, que gere os aeroportos nacionais, observa que as razões que levaram o avião da TAAG a sair de calços no Aeroporto Francisco Sá Carneiro "terão que ser esclarecidas pelo inquérito que está a ser realizado junto da companhia aérea e da sua empresa de assistência".

De acordo com a ANA, o incidente não causou problemas nem prejudicou a operação no aeroporto.

"Confirmamos ocorrência de um incidente com avião da TAAG. O incidente não teve consequências e a operação está a correr com normalidade", afirma a ANA.

O Jornal de Notícias refere, na sua edição eletrónica, que um avião da TAAG estacionado na placa do Aeroporto Sá Carneiro deslizou até uma zona de terra hoje de manhã.

O diário diz que "a aeronave ficou destravada e, durante a manhã, deslizou, sem que ninguém se apercebesse", acrescentando que "alguém se esqueceu de colocar calços nas rodas do avião", fazendo com que "deslizasse até uma zona de terra".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de