Ministro do Ambiente quer mais incentivos à compra de carros elétricos

João Matos Fernandes lembra que se Portugal quer cumprir o compromisso de ser neutro em carbono até 2050 tem de investir na substituição de veículos movidos a combustíveis fósseis.

O ministro do ambiente quer uma fatia maior do Orçamento para incentivar o consumo de veículos elétricos.

"É uma transição que merece se apoiada e tem de ser apoiada", destaca João Pedro Matos Fernandes, em declarações em direto na Manhã TSF especial a partir da Portugal Mobi Summit.

"É normal que estando em causa o superior bem público que é a descarbonização do país que o Estado ajude e apoie fiscalmente, com incentivos, essa mesma transição", defende.

"Para sermos neutros em carbono até 2050 o país tem que investir mais dois milhões mil de euros do que seria expectável em cada ano."

Desse valor, aproximadamente 90% corresponde ao investimento das famílias, já que é necessário substituir quase cinco milhões de veículos movidos a combustíveis fósseis.

É por isso que dos "10, 12% ou 15% de investimento público em prol descarbonização a maior fatia está nos transportes", justifica João Pedro Matos Fernandes - "no investimento que tem de ser feito na ferrovia no país todo e nas áreas metropolitanas, no transporte urbano e metropolitano de Lisboa e Porto.

Veja aqui tudo sobre a Portugal Mobi Summit

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de