Estado demora 75 dias a pagar a fornecedores. É quase o dobro da média europeia

Estudo da Intrum revela redução no tempo que empresas e famílias demoram a pagar faturas mas o país continua pior que a média europeia. Portugal só está à frente da União no prazo dado a particulares.

Os estados europeus demoram em média 42 dias a pagar aos fornecedores, enquanto em Portugal o prazo é quase o dobro: 75 dias. O valor representa, anda assim, uma melhoria em relação ao verificado em 2017, que era de 95 dias, e ao de 2018, que atingiu 86 dias. Em 2016, as administrações públicas pagaram ao fim de 76 dias.

Os dados constam do Relatório de Pagamentos Europeu, feito todos os anos pela Intrum, multinacional especializada em cobranças e compra de créditos e uma das maiores marcas do setor.

No setor empresarial a diferença não é tão significativa: o valor foi caindo lentamente de 68 dias em 2016 para 63 neste ano, mas fica ainda assim acima dos 40 da União.

As famílias são quem mais se aproxima da norma europeia: demoram apenas mais dois dias do que os 23 verificados na Europa. Em 2016, os particulares demoravam 45 dias.

O inquérito a quase 12 mil empresas - incluindo 418 portuguesas - conclui também que as companhias apertam cada vez mais as condições de pagamento propostas às famílias: só do ano passado para este, os prazos médios propostos (mas não necessariamente cumpridos) caíram para metade: de 36 para 18 dias.

Os créditos incobráveis desceram para um dos valores mais baixos de sempre: 1,4%, abaixo da média europeia de 2,3% e dos 2,4% registados em 2018.

Quanto ao impacto que os atrasos nos pagamentos têm no emprego, 35 % das empresas garante que se os clientes pagassem mais depressa, contratariam mais pessoas.

O estudo mostra ainda que o pessimismo domina o meio empresarial: 48% dos gestores acredita que o país vai entrar em recessão no prazo máximo de dois anos; e há mesmo 11% que afirmam que Portugal já está em recessão - embora os números mostrem que isso não é verdade.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de