Presidenciais: PS decide já em outubro

O PS vai assumir uma posição sobre as eleições presidenciais até meados de outubro numa reunião da Comissão Nacional. O Orçamento de Estado também vai fazer parte da ementa.

A reunião deve acontecer na primeira quinzena de outubro convocada pelo Presidente do Partido Socialista Carlos César.

O tema principal será a posição que o PS deve assumir nas próximas eleições presidenciais mas outros assuntos vão estar em debate como o Orçamento de Estado que deverá entrar por esses dias no Parlamento.

São dois pratos de digestão complexa para o PS.

No caso das presidenciais, trata-se de saber se o partido deve dar liberdade de voto aos militantes, como aconteceu, por exemplo, nas últimas eleições, ou se assume o apoio a uma candidatura.

Alinhada está já a candidatura da socialista Ana Gomes, apresentada na semana passada com críticas ao facto de o PS ter, na opinião da candidata, "desvalorizado" as presidenciais. Mas António Costa já sinalizou que não pretende divergências públicas no Governo sobre a questão presidencial, convicto, como assumiu, em público, que Marcelo Rebelo de Sousa tem vitória garantida.

Mais premente será a discussão do Orçamento de Estado para 2021, quando os efeitos da crise da pandemia se começarem a fazer sentir. Com a obrigação de aplicar bem os prometidos milhões que hão de vir, conjugando as exigências da esquerda, com quem prosseguem as negociações, e a necessidade de recuperar o bom desempenho nas contas públicas, o debate orçamental vai ser decisivo para o PS.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de