Ana Gomes admite refletir sobre candidatura à Presidência da República

A antiga eurodeputada considera que Marcelo Rebelo de Sousa vai "polarizar" a sociedade e "facilitar a vida dos extremos", motivo pelo qual admite candidatar-se.

Ana Gomes admitiu este domingo, durante o espaço de comentário na SIC Notícias, "refletir" sobre uma candidatura à Presidência da República.

Referindo-se ao momento em que o primeiro-ministro e líder do PS, António Costa, lançou Marcelo Rebelo de Sousa para uma nova candidatura à Presidência da República, a socialista classificou a situação de "absolutamente lamentável" e "deprimente".

A antiga eurodeputada considera que o "episódio" mudou muita coisa, pelo que agora "admite refletir" sobre uma candidatura a Belém.

"Um candidato do regime, que é no fundo o que é hoje Marcelo Rebelo de Sousa, vai polarizar a sociedade e isso vai facilitar a vida dos extremos. E num momento em que temos aí a extrema-direita organizada, não só cá mas internacionalmente, ao ataque, isto chamam-lhes 'um figo'."

"Do meu ponto de vista isto é tão grave, tão grave que eu - que tenho dito e continuo a pensar que o PS devia ter um candidato próprio, das suas fileiras ou não, e também disse que não sou candidata - mas acho que neste momento todos temos de refletir nas implicações do que se passou, nas implicações que vai ter na democracia... estou muito preocupada".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de