André Ventura diz estar-se "nas tintas" para a Constituição

André Ventura diz estar-se "nas tintas" para o que diga a Constituição, no caso, a propósito da regionalização. Declarações do deputado causaram logo contestação no hemiciclo.

Roubou os holofotes do debate sobre a regionalização com mais declarações polémicas. André Ventura, numa intervenção sobre a regionalização que está esta quarta-feira em debate no plenário, diz "estar-se nas tintas" para o que diga a Constituição.

"Que bom exemplo para os portugueses: criar mais regiões para mais impostos ainda e mais custos. Nós não temos ambiguidades, honestamente, estou-me nas tintas para o que diga a constituição, nós queremos mandar a regionalização para o lixo da história que é onde sempre devia ter estado", diz o deputado André Ventura criando logo a contestação no hemiciclo, sobretudo, nas bancadas da esquerda.

Da tribuna, o deputado do Bloco de Esquerda João Vasconcelos não deixou passar estas declarações e fez questão de lembrar ao deputado do Chega de que ele só está na Assembleia da República porque a Constituição existe. "Se calhar estará nas tintas para o que é a democracia e para o que foi o 25 de Abril. Está aqui sentado por dever à Constituição da República, ao 25 de Abril e à democracia", nota.

Mais tarde, a secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes classificou a declaração de André Ventura como "intolerável".

"Ouvir um deputado dizer que se está "a marimbar para a Constituição é um insulto intolerável! Deixa-me preocupada com a concepção que tem do lugar para o qual foi eleito! Sobretudo o desrespeito que tem pela Democracia que tanto custou a conquistar! André Ventura esteve muito mal!", escreveu a deputada socialista no Twitter.

A regionalização está em debate com dois projetos de resolução de PCP e Bloco de Esquerda e que pretendem estabelecer um calendário e procedimentos para a criação das Regiões Administrativas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de