"Seria muito mais tranquilo." André Ventura propõe deportação de Joacine

Líder do Chega reage a proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2020 por parte do Livre.

Na proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2020 feita pelo Livre, o partido representado por Joacine Katar Moreira no Parlamento mostrou vontade de que todo o património das ex-colónias, presente em território português, possa ser restituído pelos países de origem de forma a "descolonizar" museus e monumentos estatais. Em reação a esta proposta, através de um post no Facebook, o líder do Chega propôs que Joacine fosse deportada.

"Eu proponho que a própria deputada Joacine seja devolvida ao seu país de origem. Seria muito mais tranquilo para todos... inclusivamente para o seu próprio partido! Mas sobretudo para Portugal!", pode ler-se na publicação de André Ventura na rede social.

Ao todo, o Livre apresentou ao Governo 32 propostas de alteração para o OE2020 e anunciou, na segunda-feira, que 11 dessas propostas têm "sinalização positiva".

A proposta do OE2020 foi aprovada a 10 de janeiro na generalidade (votos a favor dos deputados do PS, abstenções de BE, PCP, Verdes, PAN, Livre e três deputados do PSD da Madeira e contra de PSD, CDS-PP, Chega e Iniciativa Liberal) e a votação final global do documento acontecerá em 6 de fevereiro.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de