BE acusa Governo de fechar acordo "à mesa dos patrões" e de fazer "orelhas moucas" às famílias

Pedro Filipe Soares considerou que "a conversa já estava encerrada antes da entrega do Orçamento do Estado e o verdadeiro acordo foi realizado à mesa dos patrões".

O líder parlamentar do BE acusou esta sexta-feira o Governo de ter 'fechado' o Orçamento do Estado "à mesa dos patrões" e de fazer "orelhas moucas à aflição das famílias", classificando a vontade de diálogo como "meramente de encenação".

No encerramento do debate na especialidade da proposta de Orçamento do Estado para 2023, o líder do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, considerou que a vontade de diálogo manifestada pelo Governo durante o atual debate orçamental foi "meramente de encenação".

"A conversa já estava encerrada antes da entrega do Orçamento do Estado e o verdadeiro acordo foi realizado à mesa dos patrões", acusou Pedro Filipe Soares.

O líder parlamentar do BE abordou as declarações do presidente da CIF, António Saraiva - que disse que votaria a favor deste Orçamento do Estado -- para acusar o Governo de estar a ceder "à exigência dos patrões".

"Esta jura de amor é, aliás, a melhor descrição deste orçamento: para ouvir a exigência dos patrões, o Governo faz orelhas moucas à aflição das famílias, à conta do supermercado que dispara, ao preço da habitação que condena gerações", criticou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de