Chega elege dois deputados nos Açores

Partido entra pela primeira vez no parlamento regional, com dois deputados eleitos. PAN e IL também se estreiam. CDU não elege qualquer candidato e PS perde maioria absoluta.

O partido de André Ventura elegeu dois deputados, em São Miguel e no círculo de compensação, nas eleições regionais dos Açores, realizadas neste domingo, segundo os dados oficiais finais.

Segundo as projeções da Católica para a RTP, divulgadas às 20h00 (em Lisboa, menos uma hora nos Açores), quando encerraram as urnas, o Chega poderia eleger até três deputados no arquipélago.

O partido extremista entra pela primeira vez no parlamento açoriano com 5,06% dos votos, o que equivale à eleição de dois deputados.

As primeiras projeções deste domingo apontavam para a entrada do Chega no parlamento dos Açores. Algo que, para André Ventura, é o resultado da luta do seu partido para se tornar a terceira força política no arquipélago.

"Estamos a lutar para ser a terceira força política na Região Autónoma dos Açores. Sabíamos que íamos ter um grande resultado. Há uma grande subida do Chega a nível nacional e na região dos Açores. Os açorianos ganharam uma grande prestação no parlamento regional", explicou à TSF esta noite, antes de conhecidos os resultados finais oficiais, André Ventura.

O líder do Chega afirmou também que o partido, nos Açores, tinha o grande objetivo de tirar a maioria absoluta ao Partido Socialista, "acabando com o clima de compadrio que se vive na região dos Açores".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de