Costa bate Rio na confiança para primeiro-ministro, como líder e nas políticas

No frente a frente entre os líderes dos dois maiores partidos, a sondagem TSF/JN/DN mostra a vantagem de António Costa sobre Rui RIo. Um terço dos eleitores do PSD confia em Costa para o cargo de primeiro-ministro.

Com 53% António Costa supera os 19% de Rui Rio na confiança dos inquiridos desta sondagem da Aximage para TSF/JN/DN para desempenhar o cargo de primeiro-ministro e vê essa vantagem ter reflexos na avaliação feita da sua liderança e das políticas que segue.

Neste frente a frente, Costa reúne 37% de opiniões favoráveis, tanto como líder como em relação às suas políticas. Pelo contrário, Rui Rio fica-se pelos 17% de aprovação nestes dois critérios: liderança e políticas.

No extremo oposto, quando se trata de definir as opiniões mais críticas, é Rio quem regista os valores mais elevados: 35% dos inquiridos afirmam não gostar "nem do líder, nem das políticas". Costa nesta questão recolhe 25% de avaliações negativas.

Pelo meio, existem 23% de inquiridos que dizem gostar do líder social-democrata, mas não das políticas que defende, entre eles está cerca de um terço (32%) dos que dizem votar no PSD.

Em relação a novembro, questionados sobre em quem depositam mais confiança para desempenhar o cargo de primeiro-ministro, os inquiridos reforçam os valores de António Costa, enquanto Rui Rio mantém a tendência para uma subida ponto a ponto que vem de outubro. Existem 22% dos inquiridos que não depositam confiança em qualquer um dos dois.

Olhando em detalhe para os dados, constata-se que António Costa só é ultrapassado por Rui Rio no Norte na confiança para desempenhar o cargo de primeiro-ministro.

Costa lidera em todos os segmentos de idade e classe económica e regista maior apoio junto das mulheres, Rio recolhe alguns dos seus valores mais positivos a norte e junto do eleitorado masculino. Ambos seguram os respetivos eleitorados mas 27% dos votantes no PSD apostam em António Costa para o cargo de primeiro-ministro.

Só o eleitorado do CDS está a cem por cento com Rio que recolhe vantagem também junto do Chega e da Iniciativa Liberal.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de