Federação Académica do Porto recruta voluntários para mesas de voto das legislativas

A Federação Académica do Porto está a recrutar voluntários para ajudar nas mesas de voto nas próximas eleições, de 30 de janeiro. O apelo surge em resposta à falta de agentes eleitorais na cidade do Porto.

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, já fizera saber que a bolsa de voluntários para auxiliar nas mesas de voto tinha apenas 60 inscritos. Há, no entanto, uma necessidade de 600 pessoas. A Federação Académica do Porto (FAP) mostrou-se, por isso, disponível, para ajudar a recrutar estudantes.

A presidente Ana Gabriela Cabilhas adianta à TSF que, no primeiro dia, apareceram dezenas de voluntários. "Começámos a fazer este levantamento no dia de ontem. Até ao momento, temos cerca de 50 jovens. Neste momento, ainda estamos também a fazer o levantamento."

A presidente da FAP garante que o objetivo é chegar a ainda mais estudantes. "É muito importante mostrar que os jovens não estão indiferentes à situação que o país vive, e, acima de tudo, faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para que a democracia não fique suspensa."

Mostrar que os jovens não estão alheados da política e dar resposta à falta de planeamento são dois dos objetivos traçados pela representante da federação.

Ana Gabriela Cabilhas admite que a ajuda pode estender-se a outros concelhos. Quem estiver disponível deve inscrever-se online, num formulário de inscrição disponível no site da "Federação Académica do Porto". A presidente da FAP alerta ainda para serem consultadas as redes sociais da federação, e que se atenda ao critério de ter residência fiscal no Porto, para as mesas de voto no Porto.

"Se tivermos uma resposta adicional de estudantes deslocados, faremos uma ponte com os outros municípios do país", acrescenta. Os voluntários serão encaminhados para as mesas de voto no dia 30, ou para as eleições antecipadas já no dia 23.
LEIA AQUI TUDO SOBRE AS LEGISLATIVAS DE 2022

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de