Governo limita aumento das rendas a 2%

A medida foi anunciada pelo primeiro-ministro e integra o pacote de apoios às famílias aprovado pelo Governo.

O Governo vai criar um travão à subida das rendas em 2023, limitando o aumento a 2% e impedindo que estas subam em linha com a inflação.

A medida foi anunciada esta segunda-feira pelo primeiro-ministro e integra o pacote de apoios às famílias que o Conselho de Ministros extraordinário aprovou hoje para mitigar o impacto do aumento do custo de vida no rendimento.

Este travão às rendas será acompanhado de uma vertente fiscal dirigida a mitigar o impacto da medida junto dos senhorios.

Na terça-feira de manhã, os quatro governantes das áreas abrangidas pelos apoios (Finanças, Segurança Social, Ambiente e Habitação) explicam, em conferência de imprensa, as medidas aprovadas.

De sublinhar que, de acordo com os dados divulgados na semana passada pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE), e tendo em conta os números da inflação, esperava-se que o valor das rendas aumentasse 5,43% em 2023.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE AS MEDIDAS APROVADAS

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de