João Torres eleito secretário-geral adjunto do PS com 93% dos votos

O antigo governante e antigo líder da Juventude Socialista sucede a José Luís Carneiro.

Os socialistas elegeram, este sábado, João Torres como novo secretário-geral adjunto do PS, com 93% dos votos. O antigo governante e antigo líder da Juventude Socialista sucede a José Luís Carneiro, que assumiu a pasta da Administração Interna no Governo de António Costa.

João Torres, de 35 anos, foi o nome indicado pelo secretário-geral do PS, António Costa. Ex-secretário de Estado cessante nas pastas do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres é licenciado em engenharia civil, foi vice-presidente da bancada socialista e candidatou-se a deputado do PS nas legislativas de janeiro pelo círculo eleitoral do Porto.

Em declarações aos jornalistas, o novo número dois do PS explicou que "o partido está unido neste novo tempo político", com o objetivo de "trabalhar no progresso do país".

O cargo foi criado em 2016 por António Costa, quando já liderava o Governo socialista. O primeiro nome no cargo foi o de Ana Catarina Mendes, atual ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares. Na anterior legislatura, foi José Luís Carneiro que assumiu as funções.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de