Marcelo promulga medidas para atenuar subidas dos juros no crédito à habitação

O chefe do executivo mostrou-se "ciente da importância desta medida para muitas famílias portuguesas que financiaram a aquisição de habitação com crédito hipotecário e podem assim dispor de medidas excecionais de gestão desses empréstimos".

O Presidente da República promolgou, esta quinta-feira, o diploma que alivia o crédito imobiliário, após o Conselho de Ministros ter aprovado que obriga os bancos a renegociar contratos de crédito à habitação quando os juros "subam além do teste de stress a que as famílias foram sujeitas".

"Ciente da importância desta medida para muitas famílias portuguesas, que financiaram a aquisição de habitação com crédito hipotecário e podem assim dispor de medidas excecionais de gestão desses empréstimos, o Presidente da República promulgou o diploma do Governo que estabelece medidas destinadas a mitigar os efeitos do incremento dos indexantes de referência de contratos de crédito para aquisição ou construção de habitação própria permanente", pode ler-se no comunicado da Presidência.

Marcelo Rebelo de Sousa já se tinha mostrado preocupado com os portugueses que iriam ser atingidos pela subida de juros no crédito à habitação. O chefe do executivo, no início de novembro, destacou os mais de um milhão de "agregados familiares que são atingidos", considerando que o aumento "não é tão pequeno assim para quem tem rendimentos baixos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de