"Não é óbvio" que Rui Rio se recandidate à liderança do PSD

David Justino acredita que o partido continua com Rui Rio e que, quando o coro de críticas cessar, o líder pronunciar-se-á sobre se se recandidata.

David Justino acredita que o partido continua com Rui Rio e que, quando o coro de críticas cessar, o líder pronunciar-se-á sobre se se recandidata.

O vice-presidente do PSD adianta que "não é óbvio" que Rui Rio se recandidate à liderança do PSD. David Justino disse, no programa da TSF Almoços Grátis, que o atual presidente do partido só deverá manifestar-se quando o coro de "apresentação de candidaturas" cessar.

"Eu acho que o doutor Rio - como já é reconhecido e característico da sua forma de atuar - não vai expressar-se quando existe este coro autêntico de apresentação de candidaturas, de críticas, de ataques", sublinha. David Justino assegura, contudo, que "não há nenhum tabu" e que Rui Rio se pronunciará quando tomar uma decisão.

No mesmo plano, David Justino acredita que "mesmo este resultado eleitoral, não alterou de tal forma as condições que permita inviabilizar uma candidatura".

Questionado sobre se o partido continua com Rui Rio, David Justino avança: "Eu continuo a pensar que sim e, acima de tudo, continua a ser pertinente a estratégia e a opção que foi feita há um ano e meio."

As vozes críticas à liderança de Rui Rio levantaram-se após ​​​​​​​os resultados eleitorais. O PSD contou com 27.90% dos votos, a quase dez pontos percentuais do Partido Socialista, que venceu as eleições.

Luís Montenegro, a principal figura da oposição interna a Rui Rio, anunciará esta quarta-feira a sua candidatura à liderança do partido. As eleições diretas no PSD deverão ocorrer no início de janeiro, com o congresso a acontecer um mês depois.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de