PS volta a cair e PSD aproxima-se. BE e PAN também crescem

A sondagem da Aximage para TSF/JN mostra os socialistas novamente em queda, desde o verão. O PSD recupera: cerca de oito pontos separam agora os dois maiores partidos.

É o intervalo mais curto, nesta sondagem, entre PS e PSD. Ao contrário do que tinha acontecido em setembro (quando ambos deslizaram), desta vez, o PSD recupera terreno (quase 3 pp) para os 27% e aproveita a nova queda do PS que está agora nos 35,5% de intenções de voto.

O Bloco de Esquerda reforça o terceiro lugar com 10% numa subida de 1,5pp, apesar da líder Catarina Martins descer nas avaliações positivas.

A CDU mantém-se estável em quarto com 5,7% e Jerónimo de Sousa é um dos dois únicos líderes partidários a registar uma subida na avaliação positiva. O outro é João Cotrim de Figueiredo da Iniciativa Liberal.

Em quinto, o Chega perde e regista 5,4% com André Ventura a ser de longe o líder partidário com mais opiniões negativas (57%). Analisando a transferência de voto, em relação à forma como os inquiridos desta sondagem votaram em 2019, nota-se que o Chega vai buscar votos ao PSD, CDS e CDU.

O PAN segue de perto, no sexto lugar, e volta a subir para os 5,2% de intenções de voto.

Em sétimo a Iniciativa Liberal também sobe e regista 3,2%.

Sem alteração, o CDS mantém-se no fim da tabela com 1,2%.

No capítulo da confiança, entre os líderes dos dois maiores partidos, António Costa regista uma descida ligeira (47%) enquanto Rui Rio, ainda em desvantagem (17%) permanece estável.

Ficha técnica

A sondagem foi realizada pela Aximage para a TSF e o JN, com o objetivo de avaliar a opinião dos Portugueses sobre temas relacionados a intenção de voto e a avaliação dos políticos. O trabalho de campo decorreu entre os dias 22 e 26 de outubro, Foram recolhidas 694 entrevistas entre maiores de dezoito anos residentes em Portugal. Foi feita uma amostragem por quotas, com sexo, idade e região, a partir do universo conhecido, reequilibrada por sexo e escolaridade. À amostra de 694 entrevistas, corresponde um grau de confiança de 95% com uma margem de erro de 3.70%. A responsabilidade do estudo é da Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direção técnica de José Almeida Ribeiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de