PSD acusa Centeno de "sonegar informação" quanto ao Novo Banco

Sociais-democratas querem ministro das Finanças a explicar transferência na Comissão de Orçamento.

O deputado do PSD, Duarte Pacheco, não aceita a justificação dada pelo ministro das Finanças, Mário Centeno, de que houve uma "falha de comunicação" entre o próprio e o primeiro-ministro aquando da transferência de 850 milhões de euros para o Novo Banco.

O parlamentar sublinha que "o ministro terá de prestar essa informação e esclarecimento amanhã [quarta-feira], em plena Comissão de Orçamento".

"Se a transferência estava prevista, como diz, não há uma falha de informação, há um sonegar informação", atira Duarte Pacheco em declarações à TSF.

Em entrevista à TSF, Mário Centeno admitiu que "terá havido uma falha de comunicação entre o ministério das Finanças e o primeiro-ministro no debate quinzenal", mas garantiu que "não houve nenhuma falha financeira nem nenhum incumprimento".

Na sexta-feira, o primeiro-ministro explicou que não foi informado pelo Ministério das Finanças do pagamento de 850 milhões de euros ao Novo Banco, tendo já pedido desculpa ao Bloco de Esquerda pela informação errada transmitida durante o debate quinzenal.

O Expresso noticiou na quinta-feira que o Novo Banco recebeu nessa semana mais um empréstimo público no valor de 850 milhões de euros.

A notícia surgiu depois de António Costa ter garantido a Catarina Martins, nessa tarde, no debate quinzenal no parlamento, que não haveria mais ajudas de Estado até que os resultados da auditoria ao banco fossem conhecidos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de