As cores voltam a invadir as ruas do Porto. Queima das Fitas regressa após dois anos

A Covid-19 obrigou a um interregno na tradição da Federação Académica do Porto, mas, em 2022, ninguém impediu a realização do cortejo, e as cores dos cursos voltaram a ocupar algumas das artérias mais importantes da cidade portuense.

Dois anos depois, o cortejo da Federação Académica do Porto voltou a invadir várias ruas da cidade do Porto.

O percurso, nesta terça-feira, foi mais curto que o habitual, devido às obras da nova linha de metro, que impediram a descida dos estudantes pela Rua dos Clérigos.

Os 750 metros que distam entre a Rua de Camões e a Avenida dos Aliados pareceram quilómetros com a ocupação dos milhares de estudantes. Todos, como manda a tradição, estavam vestidos com as cores dos diferentes cursos das variadas academias portuenses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de