Direção-Geral de Veterinária suspensa vacinação antirrábica nas autarquias

O objetivo é evitar as aglomerações de pessoas devido ao surto de coronavírus.

Um despacho da Direção-Geral de Veterinária (DGV) suspendeu o programa de vacinação antirrábica até novas instruções. Em declarações à TSF, o bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários explica que só está suspensa a vacinação contra a raiva que é feita pelos veterinários municipais.

"Os médicos veterinários nas suas clínicas podem continuar a vacinar. O que se pretende é evitar aglomerações de pessoas nas vacinações da raiva. As câmaras municipais marcavam em dias próprios e as pessoas juntavam-se todas com os seus cães. É isso que se quer evitar com esta suspensão", afirma Jorge Cid.

O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários recorda que, mesmo nos consultórios, devem vacinar-se os animais de companhia apenas quando é estritamente necessário.

Portugal está em estado de emergência face à propagação do novo coronavírus, que em Portugal já fez 140 mortos. No total, há mais de seis mil casos confirmados da doença em todo o território nacional.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de