Focos de contaminação: trabalhadores de call centers exigem teletrabalho

Os trabalhadores dos call centres acusam as empresas de não estarem a respeitar o decreto-lei do Governo que permite o teletrabalho. Para fazer face a esta situação marcaram uma greve com início a 24 de março.

O sindicato que representa o setor diz que se trata de uma questão de saúde pública, são milhares de pessoas que partilham espaços e ferramentas de trabalho e que são potenciais focos de infeção do coronavírus.

Centenas de pessoas que trabalham lado a lado, partilham auriculares, em espaços que na maioria funcionam sete dias por semana e 24 horas por dia. Danilo Moreira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Call Centers, diz que muitos trabalhadores pediram para ficar em teletrabalho mas as empresas não estão a permitir.

"Há trabalhadores que por falta de condições de higiene estão-se a recusar a prestar funções, na maioria dos call centers os auriculares são partilhados, além dos postos de trabalho serem partilhados por várias pessoas. São medidas que têm que ser implementadas para ontem", alertou.

Perante esta realidade, o sindicato decidiu entregar um pré-aviso de greve a exigir que todas atividades não imprescindíveis em call centers cessem.

"A solução é o teletrabalho, porque o que fazemos nos call centers podemos fazer em casa, basta ter um computador e algum meio que dê para falar com os clientes", aponta o responsável.

Em Portugal trabalham em call centres 80 a 100 mil pessoas. "É uma situação de calamidade pública. Com as condições em que trabalhamos estamos não a pôr-nos em risco como a todas as pessoas, familiares, amigos e todos aqueles com que nos cruzamos nos transportes públicos na deslocação para o trabalho."

Por causa dos prazos legais a greve começa a 24 de março e prolonga-se até 5 de abril. O Sindicato dos Trabalhadores dos Call Centers apela a todos para que adiram à paralisação de forma a pressionar as empresas.

SAIBA TUDO SOBRE O SURTO DE CORONAVÍRUS EM PORTUGAL E NO MUNDO

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de