GNR deteve 475 pessoas e detetou mais de 3600 infrações rodoviárias numa semana

A primeira semana de maio ficou marcada pela reabertura de vários serviços.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve numa semana 475 pessoas, entre os quais 116 por condução sem habilitação e 55 por condução sob o efeito do álcool e detetou mais de 3600 infrações rodoviárias.

Em comunicado divulgado esta sexta-feira sobre as ações de prevenção, combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, realizadas entre os dias 1 e 7 de maio, a GNR destaca que entre os 475 detidos estão 21 por tráfico de droga, nove por furto e roubo, seis por posse ilegal de arma, dois por ameaça e coação, outros dois pelo crime de violência doméstica, um por posse de arma proibida, um por incêndio e um por homicídio.

A GNR apreendeu ainda 346 doses de heroína, 239 doses de haxixe, 57 doses de cocaína, 13 armas de fogo e 17 armas brancas e 330 munições de diversos calibres.

Durante as ações de fiscalização foram também apreendidos, 75,9 quilos de tabaco, 279 quilos de pescado, 150 quilos de bivalves e três veículos.

Na área de fiscalização de rodoviária, os militares detetaram 3.608 infrações, destacando-se 2.622 excessos de velocidade, 195 por falta de inspeção periódica obrigatória, 149 por falta de seguro, 145 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização.

Foram igualmente detetadas 125 infrações pelo uso indevido do telemóvel, 89 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 84 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças e 21 relacionadas com tacógrafos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de