Governo paga 27,8 milhões às empresas por passes para estudantes e famílias carenciadas

Atrasos nos pagamentos do Estado levaram empresas de transportes rodoviários a fazer ameaça.

O Governo publicou esta segunda-feira a autorização para pagar 27,8 milhões de euros às empresas de transportes pelos descontos dados em 2021 nos passes para estudantes e para famílias de baixos rendimentos - os passes 4_18, sub23 e Social +​​​​​​.

Há cerca de duas semanas a TSF noticiou uma ameaça das empresas de autocarros, através da Associação Nacional de Transportes de Passageiros (ANTROP), que prometiam deixar de vender estes passes se os atrasos do Estado se arrastassem.

Desde o início do ano, que as empresas de transportes esperavam pelo dinheiro.

Na resolução agora publicada, a Presidência do Conselho de Ministros aprova as chamadas indemnizações compensatórias para compensar os descontos previstos na legislação.

Para os transportes rodoviários do setor privado estão previstos 10,3 milhões de euros e para a ferrovia seguem 9,9 milhões, com quase 3 milhões a terem como destino a CP.

O Metropolitano de Lisboa receberá perto de 4 milhões de euros e o Metro do Porto cerca de 3 milhões.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de