Identificados sete suspeitos no caso do vídeo com jovem negro forçado a inalar fumo de tubo de escape

A PSP contou à TSF que a gravação poderá ter resultado de uma brincadeira de amigos, na sequência de uma aposta.

A PSP identificou sete suspeitos de envolvimento no vídeo onde um jovem negro inala fumo de um tubo de escape.

À TSF, a polícia relata que a gravação foi feita na noite de 17 de fevereiro, na zona da Grande Lisboa, e que tudo poderá ter sido feito "de livre vontade". Entre os sete homens, seis agarravam a cabeça do jovem negro, que, de joelhos, seria alegadamente obrigado a respirar fumo de um tubo de escape de um carro em aceleração, enquanto ouvia alguém chamar-lhe "Marega".

"Todos os intervenientes têm idades compreendidas entre os 22 e os 25 anos", refere a PSP, em comunicado enviado à TSF.

O porta-voz da Policia de Segurança Pública, o intendente Nuno Carocha, adiantou à TSF que tudo terá acontecido de livre vontade, em resultado de uma aposta entre amigos.

Foi o que a PSP apurou, depois de identificar e ouvir os envolvidos. O caso será encaminhado para o Ministério Público e também será apurado se houve danos para a saúde do jovem.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de