Infarmed manda retirar do mercado máscaras com certificação indevida

As máscaras em causa podem não cumprir todos os requisitos legais aplicáveis a nível europeu, alerta a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde.

O Infarmed mandou suspender a comercialização e retirar do mercado nacional uma máscara de proteção facial do fabricante BesilChem LLP por não estar comprovado o cumprimento de todos os requisitos legais europeus, anunciou a autoridade do medicamento.

Em comunicado, o Infarmed diz que a "Máscara Facial 3Ply Tipo II", modelo M3PII, do fabricante BesilChem LLP, ostenta a marcação CE indevidamente, pois não existe evidência de cumprimento de todos os requisitos legais aplicáveis a nível europeu, incluindo o facto de a documentação técnica se encontrar incompleta.

Por isso, a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde mandou suspender a comercialização e retirar do mercado nacional esta máscara e acrescenta que as entidades que disponham de unidades deste dispositivo médico "não as devem utilizar e devem entrar em contacto com o mandatário".

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de