Surdos vão poder pedir ajuda ao 112 por videoconferência ou sms

O Governo lança esta segunda-feira uma aplicação que vai ajudar 150 mil surdos em Portugal. A ferramenta está apenas disponível para telemóveis com sistema Android.

Chamar o serviço de emergência 112 sem pedir ajuda a ninguém é agora uma possibilidade para os surdos em Portugal. A aplicação MAI112 vai estar disponível, mas por enquanto apenas para os telemóveis com sistema Android.

O secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, explicou na TSF, que a aplicação vai poder ser descarregada no site 112.pt e que "permite uma chamada por videoconferência, com serviço de interpretação de língua gestual portuguesa, e também permite a geolocalização por parte do operador de 112 na tecnologia que tem lá instalada".

"Para além disso, o cidadão surdo pode ter mesmo no seu telefone uma predefinição para enviar de forma personalizada uma mensagem em situação em que possa não conseguir estabelecer uma conversa com o centro operacional."

O serviço é gratuito e pelas contas do secretário de Estado, vai beneficiar 150 mil surdos. José Artur Neves calcula que, por dia, o 112 receba cerca de uma centena de chamadas.

A aplicação devia ter entrado em vigor há mais de dois anos, mas só é lançada esta segunda-feira e apenas para sistema Android.

O Governo espera que os Iphones sejam também abrangidos nos próximos meses.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de