Mais de 2300 profissionais de saúde contratados durante pandemia

Secretário de Estado revelou que SNS contratou mais de dois mil profissionais de saúde.

Mais de 2300 profissionais de saúde, como médicos e enfermeiros, foram contratados durante a pandemia de Covid-19 para reforçar o Sistema Nacional de Saúde (SNS), avançou esta terça-feira o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales.

"Durante a pandemia foram contratados mais de 2.300 profissionais de saúde pelas instituições do SNS, cujos conselhos de administração, como sabem, têm autorização para contratar diretamente no âmbito da Covid-19", revelou o governante durante a conferência de imprensa diária de atualização de informação sobre a pandemia em Portugal.

Lacerda Sales especificou que entre os contratados estão cerca de 750 enfermeiros, mais de 100 médicos, cerca de 1.100 assistentes operacionais, 150 técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, e 150 assistentes técnicos e agradeceu-lhes pela "disponibilidade e pelo meritoso e inestimável trabalho que têm vindo a desenvolver".

Segundo o secretário de Estado, o Governo vai "continuar a reforçar, a preparar e a robustecer o SNS, para que dê respostas a quem dele precisa, seja no parto, na prevenção de doenças, no diagnóstico ou nos tratamentos".

Portugal contabiliza 1.074 mortos associados à Covid-19 em 25.702 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Relativamente ao dia anterior, há mais 11 mortos (+1%) e mais 178 casos de infeção (+0,7%).

Das pessoas infetadas, 818 estão hospitalizadas, das quais 134 em unidades de cuidados intensivos, e o número de casos recuperados passou de 1.712 para 1743.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de