Marionet estreia "Morfeu e Apneia" em Dia Mundial do Sono

A 18 de março assinala-se o Dia Mundial do Sono, uma efeméride que serve para lembrar e sensibilizar para a importância do sono, mas também para os distúrbios associados, entre eles a apneia obstrutiva.

Estreia esta sexta-feira, no Convento de São Francisco, em Coimbra, a peça de teatro "Morfeu e Apneia", levada à cena pela companhia de teatro Marionet, em parceria com o Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra.

A companhia de teatro Marionet começou a explorar o tema da apneia do sono há 3 anos e meio e desde então que faz pequenas performances. Mário Montenegro, autor do texto e o encenador da peça, refere que chegou o momento de concretizar uma peça maior, neste caso Morfeu e Apneia.

Em palco, introduzem-se as questões relacionadas com a apneia do sono, nomeadamente os sintomas da doença, o tratamento que pode ter e as questões sociais, pois a doença "pode ter uma influência bastante negativa na vida das pessoas".

A peça "Morfeu e Apneia", guião e construção das personagens, foi trabalhada com a consultoria do Centro de Neurociências e Biologia Celular, para evitar "sacrilégios científicos e caminhos errados", mas o teatro não é colocado de parte tendo a peça também bem presente a dimensão imaginativa.

Em palco, no Convento de São Francisco, em Coimbra, o que está ao nosso alcance mudar e o que não controlamos na apneia do sono.

Está a ser tentada uma tournée para que "Morfeu e Apneia" possa ser exibida em outras salas do país, mas para já é de apresentação única no Grande Auditório do Convento de São Francisco, na noite do dia mundial do Sono.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de