Ministra quer 70% da população vacinada até ao fim do verão, apesar dos "tropeções"

Vacinação de bombeiros arrancou esta quinta-feira. Ministra afirma que se trata de mais um passo em frente no plano, apesar de haver "tropeções".

A ministra da saúde, Marta Temido, reforçou, esta quinta-feira, que o objetivo é ter 70% da população vacinada contra a Covid-19 até ao final do verão.

A ministra esteve, esta manhã, juntamente com o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, a assistir ao início do programa de vacinação dos bombeiros, no centro de saúde da Damaia.

Embora reconhecendo que podem existir "tropeções" no caminho, a ministra garantiu empenho na nova fase que agora começou, de vacinação dos profissionais dos serviços essenciais, aqueles que estão "envolvidos no socorro através das corporações de bombeiros", e da população com mais de 80 anos ou que tem entre 50 e 79 anos e comorbilidades.

Marta Temido insistiu que, apesar da vacina, as restantes medidas de proteção contra o vírus "não podem ser descuradas". Há que manter as regras de saúde pública, "mesmo após a vacinação": o distanciamento físico, o arejamento dos espaços, a utilização de máscaras e a higienização das mãos.

"A vacina ajuda a proteção, mas não é um escudo completo", frisou a ministra.

"É bom estarmos vivos e é bom conseguirmos caminhar", concluiu.

A pandemia de Covid-19 já provocou, pelo menos, 2.341.496 mortos no mundo, resultantes de mais de 106,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram mais de 14 mil doentes com Covid-19 e foram contabilizados até agora mais de 774 mil casos de infeção, de acordo com a Direção-Geral da Saúde (DGS).

A doença é transmitida por um coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de