Morreu João Araújo, advogado de José Sócrates

Advogado representou José Sócrates durante cinco anos.

João Araújo, um dos advogados de José Sócrates no processo Operação Marquês, morreu, esta quarta-feira, vítima de cancro. A informação foi avançada pela Renascença e confirmada à TSF por fonte familiar.

O advogado, juntamente com Pedro Delille representou Sócrates durante cinco anos, e já tinha assumido publicamente que estava doente, mas nunca deixou de aparecer nas sessões instrutórias do ex-primeiro-ministro.

Na semana passada, Pedro Delille, quando fez as suas alegações no debate instrutório do processo, evocou o seu colega, destacando o seu árduo trabalho e a coragem de, desde o primeiro minuto em novembro de 2014, ter assumido a defesa de Sócrates num caso tão complexo e mediático como a Operação Marquês.

Contactada pela agência Lusa, a funerária Servilusa adiantou que o velório de João Araújo realiza-se esta quarta-feira, a partir das 17h30, na Basílica da Estrela, em Lisboa.

Na quinta-feira, indicou a Servilusa, haverá uma missa pelas 12h30, estando a cremação prevista para as 14h00 no Cemitério do Alto Sâo João, Lisboa.

João Araújo era conhecido por ter uma postura muitas vezes polémica e chegou mesmo a ser condenado por difamação e injúria a uma jornalista.

Notícia atualizada às 16h35

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de